Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Empreendedorismo

Startup de alunos da UFTM oferece curso gratuito de manuseio de celular

Publicado: Quinta, 07 de Dezembro de 2017, 09h39

A Startup Passa Eu, pré-incubada na Incubadora Impulso da UFTM, realizará um minicurso de manuseio de celulares, gratuito, para turma da terceira idade no dia 14 de dezembro, das 19 às 21 horas, na sede da Impulso, na Unidade I da Univerdecidade.

Há 15 vagas abertas à comunidade. As inscrições são feitas pela internet, pelo link: http://passa-eu.com/produto/curso-de-manuseio-de-celulares/

Em caso de grande demanda, há a possibilidade de fazer uma segunda edição do evento. 

O minicurso é uma ação social da Startup formada por dois alunos do curso de Engenharia Química da UFTM. A aula será ministrada pelos Cofundadores da Passa Eu, Rubens Miguel Abdanur e Bruno Gama Furini, e por um parceiro que tem experiência com projetos sociais para a terceira idade. 

Startup Passa Eu

A Startup Passa Eu foi fundada em abril de 2017 pelos alunos Rubens e Bruno e está pré-incubada na Impulso. “Estamos fazendo nosso Plano de Negócio para termos condições de sermos incubados no próximo edital da Impulso. A missão da Passa Eu é desenvolver a educação de maneira simples, dinâmica e de baixo custo. Onde tem oportunidade de melhoria de educação a Passa Eu mete a colher”, afirmou Rubens.

Rubens e Bruno, co-fundadores da Passa Eu
Rubens (esq.) e Bruno, cofundadores da Passa Eu

Foram validados três tipos de serviços prestados pela Startup:

- Aulão: consiste em uma aula organizada pela Passa Eu em prévias de provas (geralmente as que contêm maior grau de dificuldade nas universidades). “É como se fosse uma aula particular em grupo, em que o custo é de R$ 10,00 por pessoa por duas horas de uma aula focada na prova que está chegando. Quem ministra aula é algum aluno que já passou pela disciplina com alto rendimento. Este modelo foi testado nas engenharias da UFTM, por enquanto. Vamos começar a testar modelos on-line, em que o Aulão ocorrerá via internet. Já foram ministrados, desde a fundação, por volta de 30 aulões, e obtivemos melhoras de notas de alunos em até 83%”, relatou.

- Aulas particulares via Skype: O estudante que está com dificuldade é conectado com quem entende do assunto específico buscado. “No nosso site, o aluno pede uma aula particular e buscamos no nosso banco de dados de professores alguém disponível. As aulas já ocorreram em quatro das cinco regiões do Brasil. Este modelo começou a ser testado nesse semestre e foram cerca de 60 aulas on-line em quase todo o país. As aulas são 30% mais baratas que a média nacional, e fora isso o aluno tem opção de pagar a aula via cartão, boleto, transferência bancária e afins. O custo de uma hora aula é de R$ 30,00, sendo que na primeira aula os professores dão algum tipo de desconto para que o aluno o conheça melhor”, detalhou.

-Cursos de capacitação: Treinamentos profissionais em softwares de engenharia e gestão como Excel, Matlab, Autocad, Photoshop e Project. “A Passa Eu entende que hoje o tempo está mais corrido, por isso ministramos estes treinamentos na forma de Itensivão. Os alunos ficam um dia imersos no treinamento para aprender desde o básico até o avançado no software. Já ministramos treinamentos em Uberaba, Ribeirão Preto, São Carlos e Ituiutaba. No próximo semestre, vamos explorar ainda mais a região e vamos abrir treinamentos on-line também”, informou Rubens.

No momento, a Passa Eu executa principalmente para o público de ensino superior. Mas prevê, no próximo semestre, explorar o ensino médio e educação na terceira idade, um dos propósitos do curso de manuseio de celulares.

Rubens Miguel já fez parte da TriEQ Jr., empresa júnior da engenharia química da UFTM, ferramenta motora para ativar a inquietação do estudante. “A experiência em si de tomar frente de uma Startup é encantadora e desafiadora ao mesmo tempo. Empreender não é fácil, porém, quem gosta, não larga. A busca de solução de problemas da comunidade é o que nos move. Queremos ver alunos de todo o país falando que foram impactados pela Passa Eu. É pouca teoria e muita prática. Só indo para o mercado para perceber coisas que não têm em livro ou Youtube algum. Colocando a mão na massa é o jeito mais fácil de crescer e impactar, não há atalhos”, concluiu Rubens.

Acesse o site da Statup Passa Eu.

 Foto: Divulgação/UFTM

 

0
0
0
s2sdefault
Fim do conteúdo da página